quarta-feira, 24 de março de 2010

Testemunhos de Utilizadores de Produtos 4Life (1)

Vamos apresentar uma série de testemunhos de pessoas que usaram produtos 4Life, tiveram resultados e quiseram partilha-los com as pessoas que "tenham a coragem" de acreditar nelas.
Cada um, ao ler estes testemunhos, poderá ter as mais variadas reacções. Alguns irão, certamente, achar que tudo não passam de testemunhos forjados. Estão no seu direito.
Outros irão achar que não há qualquer razão para mentiras ou "embustes" e que tudo foi como contado. E têm toda a razão.
Aquilo que, realmente, pretendemos é apenas deixar os testemunhos e, ao mesmo tempo, prestar as nossas homenagens às pessoas que tendo sofrido o que descrevem e tendo tido resultados com a utilização dos produtos da 4Life, nomeadamente através dos Factores de Transferência, têm a CORAGEM de testemunhar as suas experiências.
É preciso deixar BEM CLARO que os produtos 4Life NÃO são medicamentos nem a sua utilização evita a consulta dos médicos.
Estamos a falar de suplementos que contêm FACTORES de TRANSFERÊNCIA que têm a capacidade de reforçar de forma ESPANTOSA o nosso Sistema Imunitário. E é o reforço desse Sistema que permite ao nosso organismo reagir de forma tão FORTE às agressões a que está sujeito.

QUE CADA UM TIRE AS SUAS CONCLUSÕES.

Testemunho de ajuda no Cancro

Depoimento Pessoal de Dena Guidice
"O meu nome é Dena Guidice e quero partilhar convosco como o Transfer Factor me salvou a vida.
Em Novembro de 1998 os médicos diagnosticaram-me um cancro pulmonar. Nesse momento, recomendaram-me que o melhor curso de tratamento para o meu cancro seria radiação e quimioterapia simultaneamente. Comecei imediatamente com ambos tratamentos e deram-me as doses mais altas de tratamento possível. Durante os seguintes 90 dias, padeci de todos os efeitos secundários devido a este tratamento, muita debilidade, vomitava diariamente, comecei a perder o cabelo sendo a perda muito importante e severa.
Os tratamentos de radiação e quimioterapia acabaram em Fevereiro de 1999.A 25 de Março de 1999, eu fui ao hospital para receber um tratamento cirúrgico (conforme os meus médicos tinham planeado). Os Médicos removeram um tumor do meu pulmão direito juntamente com parte do pulmão (um terço 1/3) e também removeram três secções das minhas costelas. A cirurgia resultou muito bem, e os médicos acreditaram que tinham tirado todo o cancro com sucesso do meu corpo. Depois da minha cirurgia tive que seguir com o meu tratamento de quimioterapia por 12 semanas adicionais, desde Maio 1999 até Julho de 1999, o meu corpo ficou tão débil que tudo o que anteriormente podia fazer, já era um sonho no passado e tinha que ficar todo o dia na cama. Por esta altura, eu tinha perdido todo o meu cabelo. As minhas unhas e dentes ficaram tão porosos que comecei a perdê-los também. Perdi o meu apetite completamente e cheguei a um ponto que somente pesava 44 kilos.
Enferma como estava esse verão, eu ainda tinha a esperança que para o Outono eu ficaria bem mais forte depois de terminar os tratamentos de quimioterapia. A minha esperança era poder gozar e viver de novo.
No entanto em Agosto, eu encontrei outro tumor em baixo do meu braço esquerdo. Tiveram-me que tirar esse tumor e as análises de laboratório confirmaram depois dessa cirurgia, que já tinha o cancro linfático maligno (um dos cancros mais perigosos que existem) e do que o cancro tinha invadido todo o meu corpo.
Os médicos disseram-me que já não havia mais nada que eles pudessem fazer por mim. Eu estava em fase 4 (fase final). Com este cancro eu tinha um máximo de 4 a 6 meses de vida. Eles disseram-me que fizesse tudo o que eu sempre quis fazer na vida dentro dos próximos 45-60 dias porque depois disso, eu estaria demasiado débil e demasiado doente. Durante esse tempo, convenceram-me de que eu ia morrer, especialmente porque os médicos nunca tinham visto uma pessoa viver mais de 8 meses, na minha condição e com meu tipo de cancro.
Nesta altura, eu partilhei estas notícias devastadoras com os meus filhos.
Todos nós decidimos fazer uma viagem especial de família ao Havai.
Na minha própria mente, eu reconheci que esta viagem seria o meu "adeus à minha família". Eu não tinha nem uma grama de esperança, já estava preparada mentalmente e tinha aceitado morrer.
Nesta altura (uma semana em Outubro) meu filho convence-me finalmente que começasse a usar o Transfer Factor.
Na minha mente, eu estava 100% convicta que este produto não podia fazer nada para mim, mas mesmo assim, comecei a usá-lo. Eu comecei a tomar seis cápsulas de Transfer Factor Plus e seis cápsulas de Transfer Factor Classic, todos os dias. Passados 30 dias, eu comecei a sentir-me um pouco mais forte e o meu apetite começou a regressar, mas eu ainda pensava mentalmente que continuava a não ter muito tempo de vida.
Continuei utilizando o produto. Em Janeiro 2000, aproximadamente 90 dias depois de começar a utilizar o Transfer Factor, encontrava-me ainda mais forte e tinha aumentado 3,5 kilos de peso. Continuei a tomar TF todos os dias. Já passaram mais de 7 meses desde que eu comecei a tomar o Factor de Transferência (Maio de 2000). Aumentei um total de 13 kilos, sinto-me bem mais saudável do que me sentia anteriormente durante os últimos 2 anos. Fui visitar o meu médico há 2 semanas atrás, e ele disse-me que, eu sou um “Milagre vivo” e que eu não tenho nenhum sinal de cancro. O Transfer Factor Plus não somente me salvou a vida, deu-me uma esperança para o futuro. Um futuro bem mais saudável.
Obrigado aos Factor de Transferência e à 4Life Research por nos trazer esta descoberta tão maravilhosa."

Sem comentários:

Enviar um comentário